Algumas aplicações

Para falar conosco:

Tel.:(48)3272-1813, Cel.:(48)9115-3710

E-mail: vendas@milink.com.br

             suporte@milink.com.br

Caixa de texto: Onde a automação de chão de fábrica encontra o seu suporte.

CARIMBADOR DE CHAVES:

O projeto foi concebido para contemplar a necessidade do cliente. Foi desenvolvida uma bancada onde foi instalado uma caixa de comando provida de um CLP. A partir de sinais enviados pela máquina de teste do transponder o CLP faria uma comparação entre duas chaves. Se as mesmas posuíam os mesmos segredos. A máquina somente poderia carimbar somente duas chaves, pois elas são fornecidas em pares.

CONVERSOR DE PARTIDA:

O cliente possuia um sistema de compra em consignação, onde o fornecedor deveria fornecer o equipamento, instalá-lo, fazer o start up, o comissionamento, treinamento e após 30 dias de funcionamento se o usuário aprovasse o desempenho então ela faria o pagamento. Neste caso optamos por um conversor de partida.

O motor que seria comandado era de um exaustor do sistema de galvanização.  Entre o motor e o exaustor havia uma embreagem hidráulica. Na partida este motor chegava a uma corrente de 12 vezes a nominal. Isto era um problema, pois esquentava demais o motor e muitas vezes o cliente não conseguia dar partida no sistema, pois o motor não conseguia chegar a corrente nominal.

 

REGISTRADOR DE ESPESSURA  DE CHAPA:

O cliente possuía um registrador sincronizado tipo ‘Selsyn” onde uma carta com velocidade variável  registrava o desvio de espessura da bobina que estava sendo medida. Um medidor de espessura tipo raio “X” era usado para a medição.

A MILINK usou um software onde se podia construir um gráfico sendo que no eixo da variável “X” se encontrava a distância e no eixo da variável “Y”  o desvio de espessura. Todos outros concorrentes ofertaram sistemas que não haviam condição de se alterar a velocidade de registro.  A solução que a MILINK encontrou foi o de fornecer um PC Industrial com placas de 160.000 MTBF. O PC possuiria também um back up em fita JAZ para garantia de armazenamento dos dados. Também um terceiro PC instalado na sala de controle de processo receberia estes dados em seus arquivos via rede ethernet.